TRANSFERÊNCIA ESPIRITUAL – 17/05/16

Texto-chave: Rm. 8:28

Introdução: Nossos sonhos só assumem sentido e ganham possibilidade de sucesso se estiverem aliançados com a Vontade de Deus, mas entre um sonho e sua realização existe um processo pelo qual precisamos passar para alcançarmos crescimento e amadurecimento espiritual. Deus usa cada acontecimento para nos levar a entender exatamente qual é Sua Vontade e para aperfeiçoar as habilidades que Ele nos deu, a fim de que possamos ser usados em favor de Seu Reino, da salvação de pessoas, da Restauração, da cura e do Evangelho de Cristo. Muitas vezes, somos levados aos vales, às prisões, às situações extremamente difíceis para que aprendamos que esse não é o final de nossas vidas, mas o começo de um novo ciclo onde Deus nos moldará, de acordo com o seu amor, para que nos tornemos pessoas chaves nesse mundo. Além disso, o vale serve para provar os propósitos de nosso coração, expõe o que nos move. Aqueles que amam a Deus confiam que passarão por cada uma dessas situações e chegarão aos lugares de descanso e sucesso, sem desistir de seus sonhos. Quando resistimos a tudo e mantemos firme a convicção em Cristo, sem desistir, ocorrem transferências que mudam o nosso destino e condição, como aconteceu com José:

1) Transferência de Riquezas – Deus tira das mãos dos ímpios e entrega nas mãos daqueles que são fiéis, daqueles que o amam e que andam segundo o seu propósito. Mesmo que José tivesse sido vendido pelos irmãos por causa da inveja que sentiam (Gn. 37: 11), ele manteve a aliança com os propósitos de Deus, por isso, ele prosperou a ponto de chamar atenção de Potifar que lhe confiou sua casa e tudo que tinha. Nós somos chaves que contém segredos de Deus, Sua graça e favor, por isso, podemos abrir portas para abençoar outras pessoas. A Bíblia diz que a casa de Potifar e tudo que tinha foi próspera por causa do amor de Deus por José (Pv.10:24).

2) Transferência de Autoridade (Is.55:8-9) – Além da prosperidade, Deus quer nos dar o governo para exercermos autoridade sobre a terra e sobre as situações difíceis. Mas esse exercício tem que ser submetido ao governo de Deus, não podemos andar segundo nossas próprias visões, pois quando Ele nos chama, apresenta-nos um propósito. José foi colocado em posição de autoridade 2 vezes, na primeira foi traído e lançado no cárcere, enquanto esteve preso foi tratado por Deus, os ele não parou de sonhar, ao contrário, recebeu novos dons. O cárcere foi o laboratório de Deus para preparar José para assumir autoridade sobre o Egito e alcançar novas posições espirituais. Foi o caminho de treinamento. Não podemos desprezar os momentos que vivemos, certamente, eles são usados como instrumentos para nos aperfeiçoar, pois nascemos para coisas excelentes. Quando Deus nos delega autoridade, Ele espera fidelidade e obediência.

3) Transferência de Posição (Ef.2:6; Cl 1:13) – Aquele que se submete ao processo de transformação operado por Deus, não desistindo de seu chamado, mesmo diante de situações impossíveis, é mudado de posição. Quando Faraó teve um sonho que ninguém no Egito foi capaz de interpretar, José foi lembrado. Ele trouxe revelação e mais uma vez o nome de Deus foi glorificado. Faraó deu-lhe poder sobre todos os negócios do Egito. Quem se compromete com os propósitos e sonhos de Deus, não se exalta, permite que Deus seja exaltado. Nascemos para ocupar lugares que outros lutaram a vida inteira para estar, fazendo diferença em nossa geração. Toda riqueza do Egito, a autoridade e poder foram conferidos a José. Deus quer nos dar tudo isso, Ele quer transferir recursos para nossas mãos e nos dar até mesmo o que não plantamos, pois já fomos transferidos para Seu Reino e temos tudo que é de Deus em nossas mãos, basta nos apropriarmos da Palavra e nos achegarmos a Cristo.

Conclusão: Entre um sonho e a concretização existe um processo que foi preparado por Deus para liberar e fortalecer e nossas habilidades. Existem situações que podem nos derrubar no meio do caminho, mas precisamos entender que se não desistirmos do propósito do nosso chamado, Deus vai usar nossas habilidades para nos colocar em posição de autoridade e poder sobre todos os desafios. Somos pessoas chaves que recebem o segredo dos céus para abrir e fechar portas que ninguém é capaz, porém, para sermos transformados em chaves perfeitas, precisamos passar por um processo de lapidação, de lixa, de modelagem, passamos pelas mãos do chaveiro. Fomos chamados pelo Senhor para darmos respostas ao mundo. Ser chave exige entrega, compromisso e amor, porque muitas vezes, quando assumimos um chamado, assumimos as consequências dele como fez Joao Batista e Cristo. João Batista foi decapitado por anunciar o Evangelho e Jesus deu Sua vida por amor a Deus, ao Seu Chamado e a nós. Se desejamos mudanças profundas, precisamos entender qual é o nosso chamado e propósito. Só entendemos quando buscamos conhecer a Cristo e Sua Palavra. Se queremos viver o melhor de Deus, precisamos escolher entre nossos caminhos e os caminhos de Deus. Se você quer conhecer o caminho de Deus, faça conosco uma oração.

Orientação ao líder: Faça com todos os presentes uma oração levando-os a abrir mãos de suas vontades para conhecer a Vontade e os propósitos de Deus. Depois faça a oração de confissão de fé. Não se esqueça de convidá-los para os cultos na igreja, para a escola de discípulos e mantenha o desafio de convidarem uma pessoa que precisa de oração, de cura, de um milagre, de libertação para a próxima reunião.